domingo, 10 de maio de 2009

E eu não poderia deixar de começar com o mestre Fernando Pessoa, em uma das melhores lições deixadas para a humanidade: alguns trechos de "O Guardador de Rebanhos", escrito pelo heterônimo Alberto Caeiro por volta de 1914. (Indispensável a leitura na íntegra, e quantas vezes forem necessárias para que se leia com os olhos.)

"O meu olhar é nítido como um girassol.
Tenho o costume de andar pelas estradas
Olhando para a direita e para a esquerda,
E de vez em quando olhando para trás...
E o que vejo a cada momento
É aquilo que nunca antes eu tinha visto,
E eu sei dar por isso muito bem...
Sei ter o pasmo essencial
Que tem uma criança se, ao nascer,
Reparasse que nascera deveras...
Sinto-me nascido a cada momento
Para a eterna novidade do mundo...
Creio no mundo como num malmequer,
Porque o vejo. Mas não penso nele
Porque pensar é não compreender...(...)
Sou um guardador de rebanhos.
O rebanho é os meus pensamentos
E os meus pensamentos são todos sensações.
Penso com os olhos e com os ouvidos
E com as mãos e os pés
E com o nariz e a boca.
Pensar uma flor é vê-la e cheirá-la
E comer um fruto é saber-lhe o sentido.(...)
O essencial é saber ver,
Saber ver sem estar a pensar,
Saber ver quando se vê,
E nem pensar quando se vê
Nem ver quando se pensa.
Mas isso (tristes de nós que trazemos a alma vestida!),
Isso exige um estudo profundo,
Uma aprendizagem de desaprender(...)"





6 comentários:

  1. Desaprender
    para ver
    não pensar
    enquanto vendo
    Experimentar
    para conhecer
    e só então
    emitir opiniões e resoluções.
    Com você presente em nossas vidas quem sabe não chegamos lá!

    ResponderExcluir
  2. Márcia!!! Obrigada pelo comentário querida...A troca com vocês tem sido uma experiência maravilhosa para mim. O feedback é sempre surpreendente!!! Ler o que escrevem e ouvir o que dizem me deixa muito motivada. Beijocas!!!

    ResponderExcluir
  3. Sinto-me como uma flor, desabrochando para novas aprendizagens... Você em suas aulas me proporciona,formas de expor meus conhecimentos, revendo conceitos. Sempre aprendo algo contigo! Você é marvilhosa!

    ResponderExcluir
  4. Erica, saber que te faço revisitar seus conceitos é o melhor dos elogios que eu poderia receber. E vc nem sabe o quanto é vital para mim estar com vocês!!! Obrigada por suas palavras!! Beijocas!!!

    ResponderExcluir
  5. Encantei-me completamente quando li o trecho desse poema em sua prova, quero lê-lo na íntegra!

    Vou postar esse pequeno trecho no meu blog!

    Obrigada Danuza por ser parteira de idéias e de conhecimentos!

    ResponderExcluir
  6. Stefane, minha querida...Um mês depois, eu consigo voltar aqui e ler os comentários...Eu disse que este blog seria uma tentativa, pq a correria diária não me deixa muito tempo...Mas, qual não foi a minha surpresa ao encontrar este comentário seu.... Primeiro por ter recebido o maior dos elogios que alguém poderia me dar...(Parteira de Idéias!!!)...Que demais!!!...Segundo por saber que você ficou interessada em ler o poema na íntegra...Vale muito a pena!!!! Obrigada por tudo!!! Saiba que aprendi muito com você tb!!! Um grande beijo!!!

    ResponderExcluir